Segurança de creche em Janaúba ateia fogo em crianças; quatro morrem, diz Corpo de Bombeiros

Segurança de creche em Janaúba ateia fogo em crianças; quatro morrem, diz Corpo de Bombeiros

Damião Soares dos Santos, 50 anos também ateou fogo em seu próprio corpo e está em estado grave. Cerca de 40 feridos deram entrada em hospital local.

 

Quatro crianças morreram queimadas em uma creche em Janaúba, no Norte de Minas, na manhã desta quinta-feira (5). Segundo informações da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, o guarda do Centro Municipal de Educação Infantil Gente Inocente, no Bairro Rio Novo, jogou álcool em algumas crianças e nele mesmo, em seguida ateou fogo.

De acordo com a assessoria do Hospital Regional de Janaúba, cerca de 40 pessoas deram entrada na unidade de saúde. A maioria dos pacientes são crianças com idades entre quatro e cinco anos, e todos eles tiveram mais de 20% do corpo queimado. Também há funcionários da creche entre os feridos. Quinze pessoas respiram com a ajuda de aparelhos.

Damião Soares dos Santos, 50 anos, trabalha como vigia noturno do local há oito anos, segundo a Polícia Civil. Ele está em estado grave no hospital, com queimaduras no corpo inteiro.

A prefeitura de Janaúba decretou sete dias de luto oficial em solidariedade às famílias afetadas pela tragédia.

Inicialmente, os bombeiros falaram em seis crianças mortas, mas depois atualizaram o número de mortos para quatro pessoas - dado confirmado pelo Samu.

Duas unidades do Samu de Janaúba estão no local e equipes de cinco cidades do Norte de Minas estão em deslocamento para atendimento da ocorrência.

 

 Segurança de creche em Janaúba ateia fogo em crianças; quatro morrem, diz Corpo de Bombeiros

Damião Soares dos Santos, 50 anos também ateou fogo em seu próprio corpo e está em estado grave. Cerca de 40 feridos deram entrada em hospital local.

 

 

 

 

Quatro crianças morreram queimadas em uma creche em Janaúba, no Norte de Minas, na manhã desta quinta-feira (5). Segundo informações da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, o guarda do Centro Municipal de Educação Infantil Gente Inocente, no Bairro Rio Novo, jogou álcool em algumas crianças e nele mesmo, em seguida ateou fogo.

De acordo com a assessoria do Hospital Regional de Janaúba, cerca de 40 pessoas deram entrada na unidade de saúde. A maioria dos pacientes são crianças com idades entre quatro e cinco anos, e todos eles tiveram mais de 20% do corpo queimado. Também há funcionários da creche entre os feridos. Quinze pessoas respiram com a ajuda de aparelhos.

Damião Soares dos Santos, 50 anos, trabalha como vigia noturno do local há oito anos, segundo a Polícia Civil. Ele está em estado grave no hospital, com queimaduras no corpo inteiro.

A prefeitura de Janaúba decretou sete dias de luto oficial em solidariedade às famílias afetadas pela tragédia.

Inicialmente, os bombeiros falaram em seis crianças mortas, mas depois atualizaram o número de mortos para quatro pessoas - dado confirmado pelo Samu.

Duas unidades do Samu de Janaúba estão no local e equipes de cinco cidades do Norte de Minas estão em deslocamento para atendimento da ocorrência.

 

 

Categoria:NOTÍCIAS

Deixe seu Comentário